Sexo. A prática da cunílingua, o beijo anal

Cunilíngua é a estimulação da vagina com a boca. Existem muitos homens que adoram fazer a cunílingua em suas parceiras, enquanto que há também muitos outros que a detestam. Do mesmo modo, exitem muitas mulheres que adoram e outras também detestam. Por isso, uma das melhores coisas que se pode fazer é de conversar com sua parceira para saber onde ela se encaixa. Quem sabe, ela passe a gostar após ter conhecido você?

Se você está preocupado com o cheiro ou sabor da vagina de sua parceira, seria recomendável que vocês começassem com um banho.
Uma boa maneira de se começar é beijando sua parceira. Beije-a intensamente, e a mesmo tempo, passe suas mãos pelo corpo dela sentindo sua pele. Gradualmente, mova seus dedos acariciando a parte interna das coxas e passando levemente sobre seus pêlos pubianos em direção ao abdome. Não toque em seu clitóris ou lábios vaginais por enquanto.
Comece depois a beijar e acariciar seus seios. Vá descendo devagar com beijos delicados no abdome e umbigo. Quando chegar à virilha, comece a beijar a parte interna das coxas. De pequenas mordidinhas e lambidas para atiça-la. Passe a língua próximo ao clitóris e aos lábios vaginais deixando-a cada vez mais estimulada. O tempo que você ficará atiçando-a é por sua conta. Algumas mulheres gostam que você fique alguns minutos, outras preferem que você parta logo para a vagina.

Posições
Existem diversas posições onde é possível você fazer a cunilíngua em sua parceira. Não há certo ou errado, apenas a que vocês se sintam confortáveis e estimulados. Experimentar novas posições pode ser bastante divertido para ambos os parceiros. Aqui descrevemos algumas dessas posições:

Deitada - nessa posição, sua parceira ficará deitada de costas para a cama com as pernas levemente dobradas e abertas confortavelmente. Você deitará entre suas pernas podendo passar ou não seus braços por debaixo das pernas dela (como um abraço).
Na beirada - aqui, sua parceira estará deitada na borda da cama e você ficará ajoelhado no chão com a cabeça entre as pernas dela.

69 - nessa posição um dos parceiros fica deitado de costas para a cama e o(a) outr(a) fica em cima com a cabeça voltada para os pés do(a) parceiro(a). Essa costuma ser a posição favorita da maioria das pessoas. Você pode dar e receber sexo oral ao mesmo tempo. O único problema é concentrar-se no que você está fazendo em sua parceira, o que pode tornar-se em uma tarefa difícil.

Agaichada - essa é uma posição onde ela tem maior controle, mas pode ser pouco confortável para ela. Você fica deitado de costas para a cama, e ela agaicha-se com sua cabeça entre as pernas dela.



Técnicas com a boca e a língua

Aqui mostraremos algumas técnicas que podem fazer com que sua parceira chegue ao orgasmo.
Primeiramente, você geralmente não deve ir direto ao clitóris. Comece lambendo a área ao seu redor. Coloque sua língua nas dobras dos lábios vaginais e lamba delicadamente. Depois, de uma longa e lenta lambida do períneo até o clitóris ou até a área um pouco do clitóris.
Caso deseje, você pode também enfiar sua língua na abertura vaginal de sua parceira variando a profundidade e velocidade da penetração. Ou cobrir sua vagina com a boca e beijá-la delicadamente.
Caso ela já esteja suficientemente estimulada, você pode também endurecer a ponta de sua língua e dar pequenos tapinhas com ela no clitóris. Essa é uma técnica que pode ser usada quando ela estiver bem próxima do orgasmo. Você pode variar aumentando ou diminuindo a velocidade. Apenas lembre-se de observar as reações de sua parceira para saber se ela está gostando ou não.
Uma outra maneira de deixá-la próximo ao orgasmo, é envolver o clitóris em seus lábios e começar à chupá-lo e lambê-lo levemente.
Você pode também enfiar um ou mais dedos na vagina enquanto lhe faz a cunilíngua. Com certeza, ela estará bem mais estimulada.
Quando ela estiver tendo o orgasmo, não pare. Continue lambendo-a ou beijando seu clitóris levemente, pois agora todos seus órgãos estão a flor da pele.
Lembre-se que o importante é que você e seu parceiro estejam se divertindo e sentindo prazer. As dicas desse artigo são apenas sugestões, e as novas descobertas são tão excitantes quanto o sexo em si.