Sexo. Como convencer uma mulher a fazer sexo anal


Como convencê-la a fazer sexo anal? Ela insiste, bate o pé porque não quer. Já outras não querem nem ouvir falar nisso, não querem nem considerar a idéia. Outras alegam um monte de coisas, ficam extremamente racionais ao invés de deixar a coisa rolar. Na maior parte dos casos é repressão, educação que a garota teve. Outros casos é só a impressão de que vai doer. Tem também o medo de doenças, em menor número.

Ela não quer nem ouvir falar do assunto?

Transe com ela bem gostoso ou faça sexo oral nela. Quando ela estiver muito excitada, só informe: da próxima vez que a gente transar, vamos fazer sexo anal (você também pode dizer coisas mais pesadas.

É só isto, garoto: anuncie, com muita firmeza e convicção,  que da próxima vez vai haver sexo anal,  E NA PRÓXIMA VEZ, ESQUEÇA TOTALMENTE O PROMETIDO!  Nem fale no assunto. Finja que não tem a menor vontade daquilo. E transe normalmente, fazendo tudo para deixá-la muito excitada. Algumas vezes depois, volte a avisar que da próxima vez vocês vão fazer sexo anal. Ela pode até dizer: “você já disse isto da outra vez...” Äí você pergunta: “E você sentiu falta?”  Se a resposta for não, nem ligue. O importante é que da próxima vez você também NÃO VAI FAZER NADA!

Já percebeu o que vai acontecer na cabeça dela, não é? Ela vai começar a pensar na idéia, porque você falou com muita segurança e ela acreditou que ia mesmo acontecer, ou que você pelo menos ia tentar. Ela se preparou toda para dizer não, e você nem se lembrou do assunto. Isto vai causar uma certa frustração na garota. Ela nem vai perceber que está frustrada, pode até parecer que está aliviada, mas no fundo...

Quando você prometer pela segunda vez, ela vai achar que dessa vez você vai mesmo tentar. Ela vai se preparar, vai ter que pensar no caso, vai imaginar como seria e o que você faria... Mas de novo você vai deixá-la sozinha na expectativa criada. Nova frustração. E talvez uma vontadezinha nova também...
Um belo dia, sem avisar, vá em frente, garoto! Comece por um sexo oral bem feito e terminando no ânus.

Demore-se lá até que ela não ofereça nenhuma resistência, até que ela se acostume com a situação (é muito íntimo, você tem que admitir. É invasor, não é assim tão natural ter alguém tão íntimo com uma parte tão íntima da gente. E, principalmente, não é comum ter alguém tão desejoso de uma parte da gente que sempre foi considerada feia e suja, “motivo de vergonha”). Por isto é preciso demorar lá com a língua, que é para ela perder o susto, relaxar e começar a curtir. A partir daí ela vai começar a querer a penetração.

E vai imaginar que seu próxima passo vai ser este. Não perca o momento, porque, numa próxima vez,  ela pode se preparar para te freiar muito antes deste ponto. Se você chegou até aí, siga em frente.
Se ela gritar que está doendo muito? Se mandar parar? Se mandar parar mesmo (e não ficar com aquele “não” que quer dizer “então tá bom”), é porque doeu. Pare e dê um tempo, de um a dois minuto, que é para a dor passar. Enquanto isto, excite-a com beijos nos seios ou com a penetração vaginal. Depois desses minutinhos, tente de novo. Vai doer bem menos da segunda vez. E ela vai deixar.

Agora, se a menina não quiser mesmo, deve ter problemas mais sérios, até mesmo problemas psicológicos difíceis de serem solucionados. Se for medo de doença, experimente fazer um teste de aids e ir ao médico para um exame. Leve o resultado para ela ver. E nunca esqueça da camisinha, para o bem de vocês dois.  
Mais uma coisa: Vê se percebe quando deve parar de insistir. Tem gente que não quer mesmo e pronto. É um direito dela.  

OBSERVAÇÃO IMPORTANTE:  Nunca se esqueça de que a mulher é de natureza romântica. Porém, fazer um carinho maior ou passar a ela a sensação de proteção é essencial para que você possa convencê-la ou seduzi-la muito mais.